Artigos de Interesse
Bancos Associados
Capacitação
   Profissional

    Cursos Ativos
    In-Company
Como Associar-se
Diretoria

Estratégia Nacional de
   Educação Financeira

Eventos
Finalidade e Objetivos
Forma de Atuação
Links de Interesse
Programa de Inclusão de
   Pessoas com Deficiência
Reuniões e Comitês
Trabalhos especiais
News ABBI
Reuniões e Comitês

Comitê de Auditoria Interna
Diretor Técnico: Lourival Mattos

As reuniões acontecerão na primeira quarta-feira, às 9:30 horas (bimestrais).

Janeiro
fevereiro 02
Março
Abril 06
Maio
Junho 01
Julho
Agosto 03
Setembro
Outubro 05
Novembro
Dezembro 07

Reunião dia 01.06.22 - às 10:00 horas - via aplicativo de videoconferência
Pauta de assuntos apresentados/discutidos:



1. Discussão com o Desup/BACEN sobre “Prioridades da Supervisão para 2022 e pontos de atenção para as Auditorias Internas”:

a) O conceito de 3 Linhas de Defesa não seria impactado pela participação da auditoria interna dentro do fluxo de validação de atividades de primeira linha, exemplo Resoluções BACEN 111 e CMN 4911?;
b) Qual seria a expectativa de envolvimento da auditoria interna durante a adequação dos bancos aos novos regulamentos e normas abrangentes do Mercado Bancário? por exemplo, Novo Marco Regulatório de Cambio, ESG/ Risco Climático, Open Bank, Cyber Security e IFRS/ IRRBB;
c) Como é encarado o uso de empresas terceirizadas ou unidades do Banco no exterior para execução do plano de auditoria interna?;
d) Para Bancos que possuem estruturas de governança de Auditoria Interna no exterior, a adequação das instituições à Resolução CMN 4.879 (incluindo reporte da Auditoria Interna ao Conselho de Administração e ao COAUD) poderia, teoricamente, gerar situações de divergências entre a governança local e a do Grupo controlador, bem como levantar dúvidas em relação à independência da Auditoria, principalmente no reporte ao Conselho de Administração/diretoria da instituição, uma vez que a maior parte dos membros da diretoria são auditados?
e) Com relação a Resolução 4.879
  1. Art. 11. O escopo da atividade de auditoria interna deve considerar todas as funções da instituição, incluindo as terceirizadas.
  O BACEN espera que a AI das instituições conduza auditorias nos provedores de serviços terceirizados? Como outras instituições tem feito isso na prática?
  1. Art 19. inciso III: Relatório de acompanhamento das providências tomadas para atendimento às recomendações; O que é esperado pelo BACEN como “acompanhamento das providências tomadas”. É esperado que a AI refaça um teste para atestar a efetividade das providências tomadas (validação de ponto), ou já seria suficiente que AI ateste que a organização formulou e executou as ações pertinentes;
  f) Quais seriam os critérios de excelência ao avaliar uma auditoria interna durante o processo de revisão do SRC (sistemas de riscos e controles)?

2. Assuntos gerais;

3. Sugestões de assuntos para a próxima reunião (03.08.22).





Para que possamos autorizar o ingresso na Portaria do Edifício, solicitamos a confirmação de sua presença a cada reunião, através do preenchimento e envio dos dados abaixo.

 Confirme Sua Presença


Voltar

Política de Privacidade | Mapa do Site